A medida do abismo (Vinicius de Moraes)

Não é o grito
A medida do abismo?
Por isso eu grito
Sempre que cismo
Sobre tua vida
Tão louca e errada...
- Que grito inútil!
- Que imenso nada!



Veja também outros poemas de Vinicius de Moraes ...

 A hora íntima 

Dialética

Soneto da Fidelidade 

Aquarela

Soneto da Hora Final

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Se Eu Fosse Eu (Clarice Lispector)

“— Vais encontrar o mundo, disse-me meu pai, à porta do Ateneu.”