12 de mai de 2015

DESAFIO : Mulheres na Academia Brasileira de Letras

A Academia Brasileira de Letras (ABL) é a instituição cultural máxima para a divulgação da língua e da cultura brasileira. Ela foi fundada em 1897 por iniciativa de homens geniais, como o escritor Machado de Assis. Infelizmente até hoje, mesmo num país cuja maioria da população é feminina, cujas mulheres têm mais educação formal que os homens e são leitoras mais vorazes, a ABL continua um privilégio quase exclusivamente masculino.

A ABL é constituída por 40 membros, chamados imortais, e 10 correspondentes estrangeiros. Ao todo, 288 intelectuais já foram consagrados como imortais, desses apenas 8 eram mulheres, ou seja, cerca de 3% dos membros, num país em que elas são 51,3% da população.

Essas escritoras são:

1. Ana Maria Machado;
2. Dinah Silveira de Queiroz;
3. Nélida Piñon;
4. Rachel de Queiroz (apesar do mesmo sobrenome não é parente da Dinah);
5. Zélia Gattai;
6. Lygia Fagundes Telles;
7. Rosiska Darcy de Oliveira;
8. Cleonice Bernardinelli.

Sim, se você sentiu falta de Clarice Lispector, Cecília Meireles, Hilda Hilts e algumas outras grandes escritoras, por favor, compartilhe com a gente.

Em homenagem a estas heroínas, nós do Blog Literatura Brasileira e do Blog 500 Livros estamos lançando o Desafio Mulheres da ABL, que é ler pelo menos um livro de cada escritora e fazer uma postagem sobre ela e sua obra.

Aceita o desafio também?

Autor: Isotilia Melo


Escritoras, Mulheres na ABL
1. Ana M. Machado 2. Cleonice Bernardinelli3. Dinah S. de Queiroz; 4. Lygia Fagundes Telles; 5. Nélida Piñon ; 6. Rachel de Queiroz; 7. Rosiska Darcy de Oliveira; 8. Zélia Gattai.












*** Confira os livros que já foram lidos: (secção a ser atualizada a cada nova etapa concluída)

O Quinze - Rachel de Queiroz


Memorial de Maria Moura - Rachel de Queiroz


O Baile de Máscaras - Rosiska Darcy de Oliveira



Tropical Sol da Liberdade - Ana Maria Machado


O pão de cada dia - Nélida Piñon

Livro das Horas - Nélida Piñon


Ciranda de Pedra - Lygia Fagundes Telles



Anarquistas graças a Deus! - Zélia Gattai



Daniela e os Invasores - Dinah Silveira de Queiroz


A muralhaDinah Silveira de Queiroz



Nenhum comentário :

Postar um comentário